Alerta: Geada Negra

em

Aqui no Sul do Brasil a previsão do tempo para os próximos dias aponta para um novo problema: geada negra.

A geada negra congela a planta de dentro para fora e os danos que ela causa são maiores e irreversíveis.

O que é a Geada Negra?


Diferente da geada normal, que ocorre quando o resfriamento que ocorre à noite, mais intenso, provoca o congelamento sobre as plantas, esta outra é a combinação de ar frio, vento moderado e umidade baixa. Quando a umidade do ar está baixa e a perda de calor ocorre de forma muito rápida, o resfriamento chega a uma temperatura letal para a planta, que chega a congelar sua seiva.

Muitas vezes esse fenômeno não é nem visível, pois pela falta de umidade, não há gelo depositado sobre as plantas. Já a geada branca acontece mais frequentemente quando a atmosfera está úmida e provoca a condensação do vapor d’água que acaba se transformando em gelo na superfície da planta. Esta condição ajuda a amenizar a queda brusca de temperatura.

A chance da geada negra é maior na faixa que vai do norte do Rio Grande do Sul ao sul do Paraná e as culturas que podem ser mais prejudicadas serão as hortaliças, café, trigo e fumo.

 

Porque tanto frio

Especialistas apontam a neutralidade do Oceano Pacífico, a ocorrência até o final deste ano do fenômeno La Niña (que produz um resfriamento em grande escala das águas da superfície oceânica nas partes central e oriental do Pacífico equatorial, além de mudanças nos ventos, na pressão e nas chuvas), além da ODP (Oscilação Decadal do Pacífico) estar bem negativa como algumas razões para este frio tão intenso. Durante a fase quente da ODP, o oeste e o centro do Pacífico se tornam anormalmente frios, enquanto o leste e a costa ao norte tem temperaturas elevadas. Na fase fria ocorre um padrão aproximadamente inverso, ao invés de frio, fica muito quente nesta região da faixa norte do Pacífico, o que justifica o atual calor e tempo seco na faixa noroeste dos Estados Unidos e oeste do Canadá, e mais frio no oceano Pacífico Sul.
Cada fase da ODP dura entre 20 e 30 anos, e atualmente estamos na fase negativa, que traz maiores incursões de massas de ar de origem polar pelo continente.


Nas próximas 24 horas, é possível a ocorrência de neve e de chuva congelada em vários pontos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O pico do frio deve ocorrer na sexta-feira, 30, e só a partir de domingo que o risco de geada diminui. Podemos ter recordes de temperatura, que podem chegar a -8º C, com sensação de -20º C.


Curtiu nosso post? Quer ver mais matérias como esta? Então vai lá na nossa página do insta em @modapenseverde e nos deixe seu like!

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s